• Luiz Fernando Arêas

SARDES, A IGREJA MORTA

Bom dia.


Leia Apocalipse 3.1-6


Sebastião Salgado é um fotógrafo brasileiro, mestre mundialmente reconhecido em sua arte. Outro talentoso fotógrafo é Dan Marbaix, autor da foto abaixo. Ele se especializou em capturar imagens de edifícios abandonados por todo o mundo. Vale a pena pesquisar seu trabalho na internet.

Essa imagem me faz lembrar a igreja de Sardes, uma das sete igrejas que recebe uma carta de Jesus (mensagem profética, segundo o estimado professor Carl Bosma), através de João, no livro do Apocalipse. O que Sardes pensa de si mesma é muito diferente do diagnóstico que Jesus faz dela:

“Sei de tudo que você faz. Você tem fama de estar vivo, mas está morto”, (Apocalipse 3.1 – NVT).

Quanta coisa aprendemos estudando essas sete igrejas, que representam toda igreja e a igreja toda de Cristo. Sardes, por exemplo, precisa urgentemente “rever seus conceitos e valores”, como diz a canção. O primeiro passo para a cura é admitir o problema. É o que diz o primeiro dos Doze passos dos Alcoólatras Anônimos, escritos pelo cristão Bill Wilson. Também deve ser assim conosco.


Na foto de Dan Marbaix, a igreja parece abandonada, suja, empoeirada, com móveis caídos por todos os lados. Mas ele fez questão de capturar a deslumbrante incidência de luz através do vitral, passando a clara mensagem de que, apesar da desolação, há esperança para aquela igreja, porque a luz divina ainda está lá, trazendo vida sobre o caos.


"Há alguns em Sardes, no entanto, que não mancharam suas roupas com o mal. Eles andarão comigo vestidos de branco, pois são dignos." (Apocalipse 3.4)

Cabe a esses poucos, o “remanescente fiel”, a imprescindível tarefa de fortalecer o pouco que resta de vida em Sardes, antes que seja tarde demais (3.2). E o caminho, o único caminho dessa igreja apocalíptica, passa pelo despertamento (reconhecimento do problema), seguido pela revisão de vida (sincero arrependimento) e pela mudança das atitudes (as quais não têm atendido aos requisitos de Deus). Para isso é necessário voltar às origens:

"Lembre-se do que ouviu e no que acreditou no princípio; agarre-se a isso com firmeza. Arrependa-se... " (Apocalipse 3.3)

A palavra de Jesus a Sardes é uma exortação para uma autoavaliação sincera de igrejas, lares, casamentos, famílias diante de Deus, Precisamos da bênção “de nos enxergarmos”, ou melhor, de nos enxergarmos como Deus nos vê (1Sm 16.7). Davi é um desses que percebeu essa necessidade:

Põe-me à prova, SENHOR, e examina-me; investiga meu coração e minha mente. Pois estou sempre consciente do teu amor e tenho vivido de acordo com a tua verdade. (Salmo 26.2,3)

Que a oração de Davi seja a nossa.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo