• Luiz Fernando Arêas

HAJA CRUZ

Bom dia.


Leia 1Pedro 1.18-20


Anos atrás estive num retiro para pastores. O palestrante era o Pr. Ariovaldo Ramos. Suas palavras me marcaram naquele dia:

"Antes de Deus dizer haja luz, ele disse haja cruz".

Há pelo menos dois textos na Bíblia que mostram que o Cordeiro de Deus foi escolhido antes da fundação do mundo:

"...mas com o sangue precioso de Cristo, o Cordeiro de Deus, sem pecado nem mancha. Ele foi escolhido antes da criação do mundo, mas agora, nestes últimos tempos, foi revelado por causa de vocês." (1Pedro 1.19,20)

O outro está no livro do Apocalipse:

E todos os habitantes da terra adoraram a besta. São eles os que não têm os nomes escritos no Livro da Vida que pertence ao Cordeiro, que foi morto antes da criação do mundo. (Apocalipse 13.8)

As primeiras palavras de Deus que a Escritura registra são: "Haja luz" (Gênesis 1.3). Mas antes disso, a Trindade excelsa, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito, decidiu na eternidade, antes da criação, que haveria cruz.


O pecado não pegou Deus de surpresa. Jesus não foi para a cruz porque ficou sem saída. Deus decidiu pela cruz, mesmo sabendo de antemão que o pecado do ser humano macularia o mundo perfeito da criação.


Em Romanos 5, Paulo usa quatro expressões para descrever como éramos antes da salvação de Cristo: fracos, ímpios, inimigos de Deus e pecadores.

Mas Deus nos prova seu grande amor ao enviar Cristo para morrer por nós quando ainda éramos pecadores. (Romanos 5.8)

Deus nos amou, mesmo nós sendo o que éramos e somos. Você percebe como é amado por Deus desde a eternidade? Mesmo não tendo nada para lhe oferecer? Mesmo com uma enorme ficha corrida de pecados?


Não deveríamos aproveitar esse tempo de reclusão compulsória para conhecer melhor esse Deus amoroso, que nos amou tanto a ponto desde a eternidade decidir pagar o preço necessário para a redenção?


As ondas do mar podem balançar, a ventania bater, o vírus ameaçar. Mas jamais duvidemos do amor e do cuidado de Deus para com aqueles que o amam.


As dificuldades são recados de Deus; quando nos são enviadas, devemos considerá-las prova da confiança de Deus - uma gentileza da parte de Deus.

Henry Ward Beecher, 1813-1887



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo