• Luiz Fernando Arêas

DECISÕES

Bom dia.


Leia Salmo 37.1-9


Como você tem tomado decisões em sua vida?


Quantas e quantas decisões tomamos diariamente? Centenas de vezes, todos os dias, decidimos por alguma coisa: caminhos, roupas, comidas, atividades, comportamentos, atitudes. Quem disse que a vida é uma sucessão de decisões, está certo. Se é inevitável ter que tomar decisões, é melhor tomá-las acertadamente.


Quem não leu ou assistiu As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll (1865)? O diálogo mais famoso desse texto é travado entre a perdida Alice e o Gato:


- Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para ir embora daqui?

- Depende bastante de para onde quer ir, respondeu o Gato.

- Não me importa muito para onde, disse Alice.

- Então não importa que caminho tome, disse o Gato.


A ideia do Gato pode ser sintetizada na frase: “para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”...

Algumas escolhas parecem corriqueiras, outras cruciais para a nossa vida. Mas é bom nunca esquecer: independentemente das decisões que tomamos, cada uma delas trará consigo suas consequências.

Quem examina cada questão com cuidado prospera, e feliz é aquele que confia no Senhor. (Provérbios 16.20 - NVI)

Para mim, esse versículo resume em duas linhas a dinâmica das decisões.


Primeiro, Deus quer que examinemos detalhadamente cada questão e seus desdobramentos. É como se lançássemos todas as possibilidades numa planilha, analisando-as com todo o cuidado. Sem leviandade e com responsabilidade.


Depois disso, então vem a segunda parte: confiar em Deus. O salmista descreve assim esse processo:

Entregue seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele o ajudará. (Salmo 37.5)

Após a análise exaustiva, é preciso colocar essa planilha no altar de Deus (Filipenses 4.6,7), com toda humildade.


É como se disséssemos:


“Senhor, fiz o que o Senhor me pediu. Analisei cada questão detalhadamente. Parece-me que a alternativa melhor é essa aqui. Contudo, não quero fazer a minha vontade, mas a tua. Mostra-me qual ela é, sem nenhuma ambiguidade. Seja feita a tua vontade”.

Então vocês experimentarão a paz de Deus, que excede todo entendimento e que guardará seu coração e sua mente em Cristo Jesus. (Filipenses 4.7 - NVT)

O tempo durante a pandemia ficou marcado por tantas coisas, entre elas, pelas decisões que tomamos em meio às crises e desafios que se apresentaram a nós.


Se temos que tomar decisões, decidamos submetê-las todas ao Bom Pastor.

27 Minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. 28 Eu lhes dou a vida eterna, e elas nunca morrerão. Ninguém pode arrancá-las de minha mão, 29 pois meu Pai as deu a mim, e ele é mais poderoso que todos. Ninguém pode arrancá-las da mão de meu Pai. (João 10.27-29)

Esse é o caminho. Andemos nele.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo