• Luiz Fernando Arêas

A LUTA CONTRA A MALDIÇÃO DO NOSSO TEMPO

Bom dia.


Leia Lucas 8.11-15

Logo na primeira página do clássico “Celebração da Disciplina” (proveitosa leitura), Richard Foster dispara:

A superficialidade é maldição de nosso tempo. A doutrina da satisfação instantânea é, antes de tudo, um problema espiritual. A necessidade urgente hoje não é de um maior número de pessoas inteligentes ou dotadas, mas de pessoas profundas.”

Nossa avançada tecnologia tem causado efeitos paradoxais: mais tecnologia, menos afetividade; mais opções de entretenimento, menos tempo disponível; maior volume de informação, menor capacidade de retenção; mais superficialidade, menos profundidade.


Como se vê, tudo ao nosso redor nos convida para uma vida rápida e superficial. Contudo, se quisermos cultivar uma espiritualidade sadia e encontrarmos forças para sobreviver aos golpes que a vida nos inflige, precisamos vencer a superficialidade.


No caso da parábola do semeador, a semente é muito boa. O problema é o solo rochoso, precisa ser trabalhado e melhorado para que a semente cumpra sua vocação e vingue dando frutos.


Veja as palavras de Deus na boca de Oseias ao povo de Israel, cujo coração havia se endurecido:

Eu disse: ‘Plantem boas sementes de justiça e terão uma colheita de amor. Arem o solo endurecido de seu coração, pois é hora de buscar o SENHOR, para que ele venha e faça chover justiça sobre vocês’. (Oseias 10.12)

Lute contra a superficialidade. Are o solo endurecido. Então a colheita virá.


"De que adianta o conhecimento mais profundo se tivermos os corações mais superficiais?"
Leonard Ravenhill, 1907-1994

Intimidade é o antídoto contra a superficialidade. Não há atalhos para uma espiritualidade mais profunda com Deus. O que há é a escolha de lutar contra essa vida rasa e doida. O propósito desse blog não é ser um fast-food espiritual, mas incentivar você a criar espaço na sua agenda pessoal onde essa amizade com Deus seja cultivada.

"O SENHOR é amigo dos que o temem; ele lhes ensina sua aliança." (Salmo 25.14)

Todos nós travamos essa luta diária contra a correnteza da superficialidade. Faça uma avaliação sincera sobre o estado do "seu solo". Se ele está rochoso, o que tem causado isso?


Esse tempo de reclusão compulsória que vivemos ajudou você a lutar contra a superficialidade?



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo