• Luiz Fernando Arêas

PLANEJAMENTO PARA O PRÓXIMO ANO

Bom dia.


Leia Isaías 30.15-18


Como você toma suas decisões? Como você está planejando o ano que vem? Às portas do ano novo, compartilho uma reflexão sobre planejamento e dependência de Deus.

Essa profecia de Isaías foi entregue no contexto da tentativa de Senaqueribe, rei da Assíria, tomar Jerusalém. A Assíria surgia como potência dominante no cenário político, um império em plena expansão. Os assírios foram um dos povos mais cruéis da antiguidade. Adoravam torturar seus presos. Conquistaram Israel do Norte, Samaria, em 722 a.C. Agora, alguns anos mais tarde, eles invadem Judá e estão às portas de Jerusalém. Se você quiser maiores detalhes, leia 2Rs 18.


O que Ezequias, rei de Jerusalém, deve fazer? Essas são as alternativas:

  1. Ele pode render-se à Assíria, que tem um exército muito maior que Judá, mas isso é impensável.

  2. Ele pode buscar ajuda, comprar aliados, fazer alianças com outros povos, e o Egito é uma possibilidade.

  3. E ele pode confiar em Deus e obedecê-lo.

O rei está encurralado e precisa tomar uma decisão. O relógio está andando. O que fazer?


Queira Deus que próximo seja diferente. O que você pretende fazer no ano que chega? Você pretende empreender ou ampliar seus negócios? Conseguir um emprego melhor? Isso é bom. Estudar e se aprimorar profissionalmente? Ótimo. Emagrecer? Casar-se? Mudar-se? Sejam quais forem seus planos, permita-me apresentar um dos versículos da Bíblia mais preciosos para mim, Provérbios 16.20, na tradução da Nova Versão Internacional:

Quem examina cada questão com cuidado prospera, e feliz é aquele que confia no Senhor. (Provérbios 16.20 - NVI)

Em outras palavras, o planejamento é essencial para ser bem-sucedido, mas deve ser feito debaixo da orientação de Deus.


Ao invés de Ezequias buscar a Deus e confiar nele, inicialmente ele toma a decisão de fazer uma aliança com o Egito. Por isso o verso 15 termina com "mas vocês não quiseram saber".


O capítulo 30 de Isaías mostra que fazer planos sem consultar a Deus é rebelar-se contra ele. Às vezes somos tentados a voltar para o Egito. O Egito é sedutor. A sombra do Egito parece ser mais segura (30.2,3). Preferimos a “segurança” do Egito sem Deus, do que as dificuldades com Deus. Se a Assíria ou o Egito aparecerem no seu radar, o que você fará? Porque eles podem se apresentar a nós, camuflados numa decisão difícil que precisarmos tomar. Entre a Assíria, o Egito e Deus, qual será a sua escolha? Deus requer uma decisão radical de nós.

“Vocês só serão salvos se voltarem para mim e em mim descansarem. Na tranquilidade e na confiança está sua força, mas vocês não quiseram saber." (Isaías 30.15 - NVT)

Aprendi a admirar esse versículo com o querido Osmar Ludovico. Marque o verso 30.15 de Isaías na sua Bíblia. Com uma simplicidade impressionante, Deus nos diz o que devemos fazer. Entre o Egito e a Assíria, fique com Deus. Entre a sombra do Egito e a sombra de Deus, prefira a de Deus.

Aquele que habita no abrigo do Altíssimo encontrará descanso à sombra do Todo-poderoso. Isto eu declaro a respeito do SENHOR: ele é meu refúgio, meu lugar seguro, ele é meu Deus e nele confio." (Salmo 91.1,2 - NVT)

O verso 16 diz que eles confiaram em cavalos velozes. Mas isso os levaria ao fracasso.


Agora vejamos o verso 18:

"Portanto, o SENHOR esperará até que voltem para ele, para lhes mostrar seu amor e compaixão. Pois o SENHOR é Deus fiel; felizes os que nele esperam." (Isaías 30.18 - NVT)

Se há algo belo nas profecias é que o juízo nunca é a palavra final de Deus. As advertências de Deus estão sempre entremeadas com a graça de Deus. Para aqueles que escolhem Deus, sempre haverá uma segunda chance. Há graça. Há perdão. Há recomeço. Em João 8.11, Jesus disse à mulher pega em adultério: “Eu também não a condeno. Vá e não peque mais” . Aquela mulher podia ter pecado a vida inteira. Mas ali estava Deus diante dela, oferecendo um novo começo, uma nova vida.


Estamos tendo a oportunidade de aprender com os erros de Ezequias. Sim, ele foi atrás do Egito, mas se arrependeu. Humilhou-se e buscou o Senhor. Deus, na sua imensa graça livrou Jerusalém e Ezequias de serem conquistados (2Rs 19). O anjo do Senhor matou 185 mil assírios. Judá não teve que atirar uma flecha sequer.


Talvez você tenha tomado decisões erradas neste ano. Talvez pense que tenha estragado sua vida. Então reveja o verso 18. O Senhor espera o momento de ser bondoso com você. Venha aprender a descansar em Deus. Volte-se para ele.


O melhor planejamento que podemos fazer para o próximo ano e para o restante de nossas vidas é nos voltarmos para Deus e descansarmos nele enquanto fazemos nossa parte. Dar nosso melhor na família, nos estudos, no trabalho, na comunidade, fazendo nossa parte e descansando em Deus, confiando a ele cada um dos nossos planos.


Diga não para o Egito, não para a Assíria, e sim para Deus.


35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo