• Luiz Fernando Arêas

COMO ESCAPAR DA FÚRIA DO DEUS VINGADOR?

Bom dia.


Leia Naum 1.1-8


Continuação do post O PERIGO QUE AMEAÇA AS GERAÇÕES POSTERIORES.

Concluímos hoje a reflexão sobre a profecia inicial do profeta Naum.


Vimos que Deus não apenas é Bom, mas também Vingador. Quem lê atentamente os profetas percebe que essas duas mensagens estão lá, juízo e graça, julgamento e restauração.


Naum também retrata o Senhor como um Guerreiro Divino, e nada escapa ao seu poder, nem mesmo a "poderosa Nínive"; e vimos que a geração de ninivitas visitada por Jonas teve a bênção de ter um avivamento que, lamentavelmente, não durou até a geração posterior.


Se Deus é um Deus Vingador, a pergunta que precisa de resposta é essa:


COMO ESCAPAR DA FÚRIA DO DEUS VINGADOR?


A resposta está no verso 7, que é o verso mais conhecido do livro de Naum:

O SENHOR é bom, é fortaleza no dia da angústia e conhece os que nele se refugiam.

Lutero dizia: no meu calendário só há dois dias. O dia de hoje e Aquele dia, o dia em que o Senhor voltar. Isso demonstra que Lutero levava a sério a busca da espiritualidade sadia, a que tem os pés firmes na terra (o dia de hoje) e os olhos fitos nos céus (Aquele dia).


A Bíblia afirma claramente que o dia de hoje pode ser muitas vezes o dia da angústia, e isso pode estar acontecendo conosco nesses tempos em que o medo e a insegurança querem se abrigar na nossa alma.


Precisamos estar preparados para ele. E quando esse dia chegar, nós devemos nos refugiar em Deus. E Naum demonstra isso fazendo três afirmações acerca de Deus.

Porque Ele é bom, Ele é fortaleza, e conhece os que nele se refugiam.

Mesmo que eu não entenda os porquês do dia da angústia, posso me refugiar em Deus porque Ele é bom. Para quem o ama, sua misericórdia é um refúgio e fortaleza, suprindo todas as suas necessidades. Mas, para os inimigos de Deus, ele é uma inundação avassaladora que os varrerá.


Ele conhece os que nele se refugiam. Esse verbo “conhecer”, é mais que saber, é se importar, se envolver, se relacionar. Ele se importa com os que nele se refugiam. Enquanto lemos a Bíblia, ela também nos lê. Enquanto a lemos, ela nos faz perguntas, e uma delas, implícita no texto, é: em quê ou em quem você tem se refugiado?


O relacionamento que temos com Deus depende de nós. Que tipo de relacionamento você escolherá? O amor de Deus e do Cordeiro ou a ira deles?


Seremos todos julgados. Jesus firma no evangelho de Lucas que estava no meio de uma geração perversa. E os Ninivitas, que se arrependeram com a pregação de Jonas, se levantarão, no Juízo, com esta geração e a condenarão; porque ali estava quem é maior do que Jonas.

Aquele que crê em Cristo não é julgado. Aquele que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do único Filho de Deus. (João 3.18)

Essa é a única maneira de escapar das mãos do Deus Vingador, correr arrependido para os braços do Pai Perdoador.


Hoje os braços do Pai estão abertos para acolher a todo aquele que se refugiar nele. Com o filho pródigo foi assim. E pode ser assim com você também, hoje, agora mesmo.


Esse é o caminho que o Filho de Deus abriu para nós. Não há outro caminho para escapar do Deus Vingador.




24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo