top of page
  • Foto do escritorLuiz Fernando Arêas

A IMPORTÂNCIA DA DEVOÇÃO ESPIRITUAL, parte 2

Bom dia.



Prosseguimos meditando no Salmo 62. Clique aqui para acessar a parte 1.


Vimos que o Salmo 62 é uma meditação. Davi fala consigo mesmo. Ele se dirige a seus inimigos no verso 3. Com isso, Davi nos ensina que meditação não é esvaziar-se dos seus problemas nem ignorá-los.


O fato de ele ficar face a face consigo mesmo e seus problemas nos leva à primeira lição:


A devoção espiritual não nos afasta dos nossos problemas; ela nos aproxima de Deus.


Davi está passando por um momento de aflição, de provação. Ele encontra-se vulnerável e sucumbir diante dos inimigos é uma possibilidade real (v. 3). Há uma frase atribuída a Karl Marx, mas ela é citada por outros pelo menos 1 século antes: “A religião é o ópio do povo”. Davi não concorda com eles nesse aspecto.


Se você entender “religião” como procurar seguir normas e regras de procedimento, como eu fazia quando criança (ver parte 1), então Marx está certo. Mas Davi não está falando disso aqui. Sua devoção espiritual é fruto do seu relacionamento com Deus. Como é que podemos saber disso aqui? Embora ele só se dirija a Deus no último versículo, durante o salmo Davi cita Deus direta ou indiretamente, por meio de pronomes, nada menos que 15 vezes!


O que chamo aqui de devoção espiritual é também chamado de “disciplinas espirituais”.


Aproveito o excelente texto "Spiritual Disciplines", de Rose Publishing aqui.


Disciplinas espirituais são instrumentos da graça de Deus que, por meio do Espírito, nos transformam diariamente em pessoas que refletem o amor de Jesus, a obediência, a humildade e a conexão com Deus.


São atividades que nos conectam profundamente a outros cristãos em nossos desejos comuns de seguir a vontade de Deus. Exemplos: oração, leitura diária da Bíblia (devocional, estudo, meditação), lectio divina, discipulado, jejum, solitude, confissão, adoração, serviço etc. Muitas dessas disciplinas são exercitadas em comunidade, com os irmãos.


O que elas não devem ser: Cargas pesadas impossíveis de carregar (Mateus 23.4), irrealistas e que geram expectativas injustas com as pessoas; marcas de desempenho para julgar a maturidade dos outros; tentativas individuais de se ser santo ou perfeito; uma maneira de ocultar nossos pecados atrás de boas obras.


Deus nos deu as disciplinas espirituais como um meio de receber Sua graça e crescer em santidade. Através delas nos colocamos diante de Deus para que Ele opere em nós.


Durante a pandemia, as igrejas precisaram ir para a Internet a fim de se manterem ativas durante o isolamento. Porém, isso trouxe um efeito colateral indesejado, e muitas igrejas estão tendo que lidar com ele: o problema da acomodação.


Hoje os números da pandemia caíram, as pessoas estão vacinadas e se cuidando mais. Mesmo assim, muita gente que pode ir à igreja tem se acomodado, ficado em casa, preferindo assistir ao culto no sofá e tem perdido as bênçãos que Deus derrama quando os filhos dele se reúnem, como diz o Salmo 133.


Li uma vez sobre um barco pesqueiro europeu, que ia pescar bacalhau e voltava com os tanques cheios. Mas quando terminava a viagem, muitos bacalhaus no tanque estavam mortos, sem saber-se o porquê. Entretanto, certa vez foi pescado por engano um enorme bagre e colocado no tanque. Ele começou a atacar violentamente os bacalhaus para comê-los. Ao fim da viagem todos os bacalhaus estavam vivos; é que lutando pela sobrevivência não tinham tido tempo de morrer.


Constatou-se que a morte dos bacalhaus era causada pela acomodação. Desde então, os pescadores daquele barco sempre colocavam um bagre junto com os bacalhaus.


Podemos saber quando estamos sendo influenciados pelo mundo. É quando nos encontramos nem quentes nem frios, apenas acomodados.

Malcolm Watt


Se nos acomodarmos em nossa devoção espiritual também "morreremos" aos poucos. Nosso coração se endurecerá; seremos mais tolerantes ao pecado; tiraremos nossos olhos dos céus para colocá-los apenas nas coisas da terra. Isso é tornar-se um materialista, e infelizmente, há vários cristãos assim. "Cair" se tornará uma possibilidade cada vez mais real.


Dirijo-me aos que podem vir à igreja, mas se acomodaram. Será que Deus vai precisar mandar um bagre na sua vida, para que você volte para a Igreja?...


A pessoa que diz que crê em Deus, mas nunca vai à igreja, é como a que diz que crê na educação, mas nunca vai à escola.

Franklin Clark Fry, 1900-1968


>>> Continua

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

DECISÕES

Kommentare


bottom of page